Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ativista cubana Yoani Sánchez libertada após 30 horas de detenção

Lusa

  • 333

Havana, 06 out (Lusa) -- A ativista cubana Yoani Sánchez e os jornalistas independentes Reinaldo Escobar, marido da ativista, e Agustín López, foram libertados hoje e estão em Havana, confirmou ativista através do Twitter.

"Acabamos de ser libertados!! 30 horas depois da detenção e muitas anedota que contar", escreveu Yoani Sánchez autora do blog "Geração Y", onde escreve o seu pensamento.

Yoani Sánchez, Reinaldo Escobar e Agustín López foram detidos na tarde de quinta-feira quando tentavam chegar à cidade de Bayamo, este de Cuba, para assistirem ao julgamento do espanhol Ángel Carromero, acusado de homicídio involuntário dos opositores Oswaldo Payá e Harold Cepero num acidente de automóvel em julho passado.