Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Atenas recusa categoricamente cortes adicionais em 2014, exigidos pela 'troika'

Lusa

  • 333

Atenas, 17 out (Lusa) -- O governo grego recusa categoricamente cortes adicionais de 2.000 milhões de euros em 2014, como pede a 'troika' de credores internacionais, foi hoje anunciado.

"Não haverá novas medidas. Conseguimos um excedente primário com muito esforço e enormes sacrifícios da sociedade", afirmou hoje o ministro para a Reforma Administrativa, Kiriakos Mitsotakis, em declarações à cadeia de televisão privada Mega.

O ministro reiterou que o governo "deu provas de seriedade e da sua vontade de fazer reformas reais" e descartou que o Parlamento possa aprovar um novo pacote de cortes.