Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Atacante italiano "tinha como alvo os políticos e não era louco" diz procurador

Lusa

  • 333

Roma, 28 abr (Lusa) -- O homem que disparou hoje uma arma de fogo frente à sede do governo italiano "tinha como alvo os políticos e não era um louco" disse hoje o procurador de Roma Pierfillippo Laviani.

"Era um homem cheio de problemas, que perdeu o trabalho, que perdeu tudo. Estava desesperado", disse o procurador aos jornalistas em Roma.

"Ele queira disparar contra os políticos, mas como não podia alcançá-los disparou contra os polícias" disse Laviani após ter ouvido Luigi Prieti, 49 anos, da região da Calabria e autor dos disparos hoje de manhã frente ao edifício da sede do Executivo em Roma na altura da tomada de posse do primeiro-ministro Enrico Letta.