Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Associação de Direito do Consumo participa ao MP "publicidade enganosa" da Galp

Lusa

  • 333

Coimbra, 26 jul (Lusa) - A Associação Portuguesa de Direito ao Consumo (APDC) anunciou hoje que vai apresentar uma queixa ao Ministério Público contra a Galp por alegada "publicidade enganosa" por campanha que promete até 40% de descontos, mas a petrolífera diz que é "explicita".

Segundo a APDC a campanha publicitária "Novas tarifas - descontos imediatos até 40%" promete "até 40% de descontos", mas na prática, "no total das faturas, os descontos reais oferecidos são dez vezes menores - ou obrigam a contratar novos serviços".

A associação, presidida por Mário Frota, refere tratar-se de "um desconto que incide, só e tão só, sobre a taxa de potência, dando a impressão que é sobre o montante da fatura".