Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Assassínio de militar foi ataque ao Reino Unido e traição ao Islão -- PM Cameron

Lusa

  • 333

Londres, 23 mai (Lusa) -- O primeiro-ministro britânico, David Cameron, disse hoje que o brutal ataque a um soldado por dois alegados islamitas numa rua de Londres foi "um ataque ao Reino Unido" e "uma traição ao Islão".

"Não foi apenas um ataque contra o Reino Unido e o modo de vida britânico. É também uma traição ao Islão e às comunidades muçulmanas que tanto dão ao nosso país", disse Cameron.

O primeiro-ministro, que falava à imprensa em Downing Street após uma reunião de crise, assegurou que o Reino Unido mostrará "determinação contra o terrorismo e o extremismo" e sublinhou que todas as comunidades do país "partilham" dessa visão.