Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

ASPP responsabiliza clubes pela falta de policiamento e pede reunião com o MAI

Lusa

  • 333

Lisboa, 25 fev (Lusa) -- A Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP/PSP) responsabilizou hoje a "lógica economicista" dos clubes de futebol quanto ao policiamento e anunciou ter pedido uma reunião ao Ministério da Administração Interna.

"A ASPP/PSP lamenta a atitude de alguns clubes que, numa lógica economicista, colocam em causa a segurança e integridade daqueles que pretendem assistir a um espetáculo desportivo. É percetível, pelo crescimento do nível de violência que se tem verificado nos jogos sem policiamento, que, para os responsáveis dos clubes, a segurança dos espetadores esteve sempre em segundo plano", afirma a ASPP/PSP, em comunicado.

A associação sindical da Polícia de Segurança Pública salienta que a atitude dos clubes aumenta a sua preocupação "quando a falta de policiamento obriga a uma intervenção exclusivamente repressiva por parte da PSP para a reposição da ordem pública, o que seria evitável se tivessem sido criadas as condições mínimas de segurança".