Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

ASEAN chama a atenção da comunidade internacional para a violência na Birmânia

Lusa

  • 333

Banguecoque, 28 out (Lusa) -- O secretário-geral da Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), Surin Pitsuwan, chamou hoje a atenção da comunidade internacional para os violentos confrontos entre budistas de etnia rakhine e muçulmanos rohingya no oeste da Birmânia.

"Se a situação continua a deteriorar há um risco de radicalização do povo Rohingya. Isto não será bom para ninguém", afirmou o secretário-geral da ASEAN, em entrevista ao diário Bangkok Post.

"Consegue imaginar o estreito de Malaca a transformar-se numa zona de violência como as águas da Somália? Isto colocaria em perigo a segurança económica do leste e sudeste da Ásia", disse o secretário-geral da ASEAN, em declarações citadas pela agência noticiosa Efe, ao pedir ao governo da Birmânia um maior esforço na tentativa de fazer regressar a calma à região.