Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

"As crises que obrigam a escrever livros são as crises internas" - João Ricardo Pedro

Lusa

  • 333

Rio de Janeiro, 11 nov (Lusa) - O escritor português João Ricardo Pedro, vencedor do prémio Leya 2011, afirmou no sábado, no Rio de Janeiro, que o que o leva a escrever são as "crises internas" e não as económicas, embora ambas possam estar relacionadas.

"As crises que nos obrigam a fazer quadros ou escrever livros e canções são as crises internas - o amor, a morte, a dor. E essas crises continuarão a existir enquanto houver ser humano", declarou o autor estreante, diante de uma plateia de brasileiros que questionavam sobre a situação de Portugal e a influência do atual contexto económico e social na literatura do país.

"Agora, essas crises internas também se relacionam com as outras, as políticas, económicas, mas é difícil entender como essa relação funciona", completou o engenheiro, cujo romance de estreia "O teu rosto será o último", começou a ser escrito após entrar para o desemprego, em 2009.