Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Arte contemporânea foi a mais afetada pela crise nas vendas em leilão - Estudo

Lusa

  • 333

Lisboa, 09 fev (Lusa) - A arte contemporânea foi a mais afetada pela quebra nas vendas em leilão, realizadas em Portugal, entre 2008 e 2010, em resultado da crise económica, indica um estudo recente realizado por um grupo de investigadores.

A investigação foi desenvolvida entre 2010 e 2012 e lançada em janeiro deste ano no livro "Os Leilões e o Mercado da Arte em Portugal - Estrutura, História e Tendências", da autoria de Alexandra Fernandes e Luís Urbano Afonso, coordenadores do projeto.

O livro foi editado no âmbito do projeto de investigação "O mercado leiloeiro de arte antiga e contemporânea em Lisboa" (2005-2011), financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia.