Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Armas: Pentágono deve rasgar contrato com empresa russa que fornece Assad - eleitos

Lusa

  • 333

Washington, 19 jul (Lusa) -- Eleitos dos EUA apresentaram hoje uma proposta de lei que visa acabar com as relações comerciais do Pentágono com uma empresa estatal russa, argumentando que é errado fazer parcerias com "senhores da guerra" que vendem armas ao regime sírio.

O eleito democrata Jim Moran, da Câmara dos Representantes, criticou o Pentágono pelo seu contrato com a Rosoboronexport, uma empresa do Estado russo, que acusou de vender morteiros, espingardas e helicópteros de ataque ao regime do Presidente sírio, Bashar al-Assad.

O Pentágono anunciou na semana passada um contrato com a Rosoboronexport, no valor de 171 milhões de dólares (139 milhões de euros), para a aquisição de dez helicópteros de ataque Mi-17, destinados aos militares afegãos depois de terminadas as operações militares norte-americanas no Afeganistão.