Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Argentina: Repsol vai contestar nacionalização da filial da empresa na 2.ª feira

Lusa

  • 333

Buenos Aires, 03 jun (Lusa) - Os advogados da petrolífera espanhola Repsol aproveitarão uma reunião de acionistas da subsidiária argentina (YPF), na segunda-feira, em Buenos Aires, para contestarem a decisão de expropriação da companhia pelo governo argentino, segundo um periódico do país sul-americano.

A notícia é hoje avançada pelo jornal argentino Clarin, citado pela agência de informação financeira Bloomberg, que adianta que nesta reunião será discutida a nomeação de um novo conselho de administração para a empresa, que incluirá representantes das províncias argentinas produtoras de petróleo, ainda que não sejam identificadas as fontes da informação.

Paralelamente, a Bloomberg noticiou hoje, também com base numa notícia publicada pelo Clarin, que a entidade norte-americana que supervisiona os mercados, a Securities and Exchange Comission (SEC), poderá não aprovar a transferência das ações da YFP negociadas nos Estados Unidos da América (EUA) para o governo argentino, depois do anúncio da nacionalização da empresa.