Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Argentina: Metro de Buenos Aires reabriu após 10 dias de greve

Lusa

  • 333

Buenos Aires, 14 ago (Lusa) -- A greve do metro de Buenos Aires, que afetou um milhão de utilizadores nos últimos 10 dias, terminou na noite de segunda-feira, quando os sindicatos chegaram a acordo com a empresa sobre aumentos salariais.

O responsável sindical Roberto Pianelli explicou em conferência de imprensa que o acordo provisório assinado com a empresa prevê um aumento salarial de 23 por cento.

A Associação Sindical dos Trabalhadores do Metro, que representa cerca de 2.500 trabalhadores e convocou aquela que foi a greve mais longa da história do metro argentino, inaugurado em 1913 e que foi o primeiro da América Latina, exigia um aumento de 28 por cento.