Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Argélia reconhece que já morreram 12 reféns desde início do ataque aos islamitas

Lusa

  • 333

Argel, 18 jan (Lusa) -- Doze reféns já morreram desde o início do ataque das forças argelinas às instalações gasíferas, situadas no deserto da Argélia, tomadas por um grupo islamita que aí fez centenas de reféns, informa a agência noticiosa argelina APS.

A agência cita fonte do setor de segurança, que disse que, "para além de 18 terroristas, 12 empregados argelinos e estrangeiros pereceram", sem detalhar número e nacionalidade das vítimas estrangeiras, destacando que se trata apenas de um balanço provisório.

Esta mesma fonte deu conta da libertação de cem reféns estrangeiros.