Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

AR/Censura: Vítor Gaspar acusa PCP de irresponsabilidade e de atentar contra a paz social

Lusa

  • 333

Lisboa, 25 jun (Lusa) - O ministro de Estado e das Finanças acusou hoje o PCP de optar "pela irresponsabilidade e pela bancarrota" ao apresentar uma moção de censura ao Governo e insistir na reestruturação da dívida pública rejeitada em eleições.

Durante o debate da moção de censura do PCP ao Governo, no Parlamento, Vítor Gaspar acusou ainda os comunistas de fazerem tudo para quebrar o "ambiente de paz e diálogo social" em Portugal, que apontou como indispensável para o sucesso do país.

Por outro lado, o ministro de Estado e das Finanças alegou que o Governo PSD/CDS-PP conseguiu um "progresso" na correção dos desequilíbrios macroeconómicos e dos níveis de endividamento "digno de registo" e uma "redução significativa dos diferenciais de juros da dívida pública portuguesa".