Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

AR/Censura: Sempre que quiserem fazer primeira página de que Governo não descarta novas medidas basta perguntar - PM

Lusa

  • 333

Lisboa, 25 jun (Lusa) - O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, frisou hoje que tomará todas as medidas que forem necessárias para atingir os objetivos do memorando e que manterá sempre essa posição, afirmando contudo que "neste momento não vê necessidade" de mais austeridade.

"Eu não tenho uma resposta para jornalistas e outra para deputados, de cada vez que quiserem fazer uma primeira página a dizer que o Governo não descarta a hipótese de adotar novas medidas basta fazerem a mesma pergunta, todos os dias, todas as semanas, todos meses", afirmou o chefe do Governo.

Durante o debate da moção de censura do PCP, e depois de ter sido sistematicamente questionado pelas bancadas da oposição sobre se tenciona aplicar novas medidas, Passos respondeu: "Na medida em que consigamos atingir as metas traçadas não vemos nenhuma necessidade nem de penalizar mais os portugueses, nem de prolongar mais um programa que pode ser cumprido nos termos em que está".