Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

AR/Censura: PS insiste em "miragem" que conduziria a segundo resgate -- Vítor Gaspar

Lusa

  • 333

Lisboa, 03 abr (Lusa) - O ministro de Estado e das Finanças, Vítor Gaspar, sustentou hoje que o caminho defendido pelo PS é uma insistência na "miragem" da expansão orçamental que falhou no passado e conduziria Portugal a um segundo resgate.

"O PS insiste na miragem da expansão, insiste em mais défice e mais dívida e, como fez nos últimos quinze anos, apregoa crescimento. Esta orientação prolonga a negação das exigências da área do euro. Consiste no regresso a um passado de mediocridade e estagnação que tornou a crise inevitável", declarou Vítor Gaspar, durante o debate da moção de censura dos socialistas ao Governo, na Assembleia da República.

"A expansão orçamental foi a opção falhada de 2009 e 2010. Esta opção tornou o resgate português inevitável. Foi mal concebida e conduziu a maus resultados. A persistência no mesmo erro conduziria agora a um segundo resgate", acrescentou o ministro das Finanças, que fez a segunda intervenção do executivo neste debate, a seguir ao primeiro-ministro.