Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

AR/Censura: CDS-PP abstém-se face a moção que "não é séria"

Lusa

Lisboa, 14 fev (Lusa) -- O CDS-PP vai abster-se na moção de censura do Bloco de Esquerda ao Governo, desvalorizando uma iniciativa que "não é a sério", e admite apresentar uma moção "consensual" para fazer cair o Executivo.

"O CDS, evidentemente, desvaloriza uma moção de censura que não é a sério. A abstenção é o voto possível", refere o gabinete de Paulo Portas, em comunicado.

Paulo Portas diz que o CDS "reserva-se o direito" de tomar iniciativas sérias e consensuais, que promovam efetivamente a mudança de ciclo político, a saída do primeiro-ministro e o termo desta política".