Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

AR: "O que mais faltava ao país era que se criasse uma crise política" -- Seguro

Lusa

  • 333

Lisboa, 15 jun (Lusa) - O secretário-geral do PS afirmou hoje que os socialistas vão votar a moção de censura anunciada pelo PCP como um partido que critica fortemente o Governo, mas que se opõe à abertura de uma crise política em Portugal.

Em declarações aos jornalistas, no Parlamento, António José Seguro afirmou que "o PS tem criticado fortemente este Governo", mas considerou que "o que mais faltava ao país era que se criasse uma crise política neste momento".

António José Seguro acrescentou que, quando o PCP apresentar a sua moção de censura ao Governo, o PS vai analisá-la "dentro destes dois princípios", mas escusou-se a confirmar se os socialistas vão ponderar entre a abstenção e o voto contra.