Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Apoio psicológico e atividades extracurriculares "são insuficientes" em Coimbra

Lusa

  • 333

Coimbra, 17 jul (Lusa) -- O apoio psicológico às crianças e jovens e as atividades extracurriculares (AEC) "são insuficientes" em Coimbra, segundo um diagnóstico social do concelho discutido hoje num plenário do Conselho Local de Ação Social.

A vereadora da área social, Maria João Castelo-Branco, que presidiu aos trabalhos, disse à agência Lusa que estas duas questões integram o documento de atualização da Carta Social de Coimbra, cuja versão final será apresentada em setembro.

A equipa responsável pelo trabalho de atualização, liderada por Henrique Albergaria, diretor do Instituto de Estudos Regionais e Urbanos (IERU) da Universidade de Coimbra, registou "uma insuficiência do apoio psicológico e afetivo às crianças", propondo a sua correção, adiantou a vereadora.