Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Apifarma não renova acordo com tutela se despesa com medicamentos se mantiver em 1% do PIB

Lusa

  • 333

Lisboa, 07 nov (Lusa) -- O presidente da Apifarma afirmou hoje que não assinará o acordo com o Ministério da Saúde para 2013 se forem mantidas as metas "irrealistas" e inferiores à média europeia de manter a despesa com medicamentos em 1% do PIB.

Num encontro com jornalistas, Almeida Lopes lembrou que a industria reduziu 600 milhões de euros entre 2011 e 2012 (300 milhões em cada ano), tendo de atingir no final de 2012 em despesa pública com medicamentos 1,22% do PIB, quer em ambulatório quer em meio hospitalar.

"Claramente estamos abaixo de todas as médias europeias e muito para lá dos objetivos iniciais da própria troika", afirmou o presidente da Apifarma, acrescentando que esta é uma opção do Governo.