Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

António Costa defende entendimento com forças políticas sobre os máximos de investimento e endividamento

Lusa

  • 333

Lisboa, 31 out (Lusa) - O presidente da Câmara de Lisboa, António Costa, defendeu hoje um entendimento com as diferentes forças políticas quanto aos máximos de investimento e endividamento, mas também da receita fiscal da capital, para a próxima década.

"Era saudável podermos entender-nos todos, ou o máximo possível, quanto aos grandes volumes: o máximo de investimento, o máximo de endividamento, a cobertura em receita fiscal ou em receita proveniente das taxas", afirmou o autarca socialista na reunião de câmara que decorre esta tarde, respondendo a uma interpelação do vereador PSD.

Vítor Gonçalves salientou a disponibilidade dos vereadores da bancada social-democrata para a discussão de um acordo entre várias forças políticas da Câmara de Lisboa para a fixação de "definições conjuntas" quanto às taxas municipais, conforme sugerido na Assembleia Municipal de Lisboa de terça-feira pelo socialista Miguel Coelho.