Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Antigo ditador da Guatemala começou a ser julgado por alegado genocídio

Lusa

  • 333

Cidade da Guatemala, 20 mar (Lusa) -- O antigo ditador da Guatemala Efrain Rios Montt, de 86 anos, começou a ser julgado na terça-feira pela morte de cerca de 1.800 indígenas durante a guerra civil que o país enfrentou, na década de 80.

Cerca de 500 pessoas marcaram presença na primeira audiência do julgamento que durou cerca de cinco horas, incluindo indígenas e ativistas dos direitos humanos.

O general aposentado, que reiterou que não tinha conhecimento de que o Exército estava a levar a cabo massacres, é acusado de ter ordenado a execução de 1.771 membros do povo maia Ixil na região de Quiche durante o seu regime, entre 1982 e 1983.