Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Antigo alto funcionário da Mongólia Interior condenado à morte com pena suspensa

Lusa

  • 333

Pequim, 01 out (Lusa) -- Um antigo alto funcionário da Mongólia Interior foi condenado à pena de morte, suspensa por dois anos, ao ser considerado culpado pela aceitação de subornos e abuso de poder.

De acordo com a agência Xinhua, o homem, identificado como sendo Yang Hanzhong, ex-vice-diretor do Comité dos Assuntos Políticos e Legais da Mongólia Interior (norte), foi julgado no Tribunal Popular Intermédio de Baotou, na Mongólia Interior.

Yang Hanzhong, de 59 anos, serviu a região como autarca e chefe do Partido Comunista Chinês na cidade de Manzhouli, na mesma província, onde também ocupou outros cargos até ser destituído.