Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Antiga cadeia de Peniche acolheu 2500 presos- Investigação

Lusa

  • 333

Lisboa, 24 abr (Lusa) - Uma investigação da União de Resistentes Antifascistas Portugueses (URAP) conclui que a cadeia política do Forte de Peniche acolheu ao todo cerca de 2500 presos ao longo de 40 anos, disse hoje a responsável do estudo.

Olga Macedo, investigadora da URAP, disse à agência Lusa que no último ano efetuou uma investigação no Registo Geral de Presos da PIDE, depositado na Torre do Tombo, onde consultou "30 mil biografias e fez o levantamento de todos os presos que passaram por Peniche, cerca de 2500".

Os resultados da investigação vão ser apresentados na quinta-feira na Fortaleza de Peniche, no âmbito do programa comemorativo do 25 de abril da câmara municipal.