Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ano letivo: FNE quer vinculação extaordinária e que o secundário seja corrigido

Lusa

  • 333

Lisboa, 03 set (Lusa) -- A Federação Nacional da Educação espera que o novo ano letivo traga a vinculação de 12.000 professores com mais de 10 anos de serviço e que seja "corrigido o ensino secundário" para concretizar a escolaridade obrigatória de 12 anos.

Em entrevista à agência Lusa, o secretário-geral da FNE, João Dias da Silva, manifestou ainda o desejo de que o Governo acabe com a austeridade que diz estar a retirar às pessoas "força anímica" para o trabalho.

"É preciso que os portugueses sintam que o esforço que têm estado a fazer está a valer a pena, tem efeitos, e que no próximo ano já podem ver sinais concretos de que se atenua, pelo menos, a austeridade e as condições de vida das pessoas melhoram", afirmou.