Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Angola/Eleições: "UNITA quis boicotar votação porque não se preparou" -- MPLA

Lusa

  • 333

Luanda, 31 ago (Lusa) - O MPLA, partido no poder em Angola, declarou hoje que "a UNITA quis boicotar" as eleições gerais "porque não se preparou" e prevê que a principal força de oposição continue a sua estratégia "até às últimas consequências".

Num encontro com os jornalistas, hoje à noite, no fim do dia eleitoral em Angola, o porta-voz do MPLA, Rui Falcão, disse que "felizmente o país está numa situação diferente" das votações de 1992 e 2008, "as instituições cumpriram cabalmente os seus deveres e a UNITA não teve outra alternativa senão recuar" da ideia de não se apresentar a votos.

"A resposta foi dada hoje", afirmou Rui Falcão, em referência à adesão às urnas. "Perante a evidência, o presidente da UNITA declarou que tomou a decisão mais difícil da sua vida", lembrou, esperando que, "em consciência essa decisão tenha sido de votar no MPLA, que é o partido certo para o futuro de Angola".