Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Angola/Eleições: UNITA insiste que processo eleitoral "não está bem" e CNE rejeita "ultimatos"

Lusa

  • 333

Luanda, 17 ago (Lusa) - O mandatário da lista da UNITA, José Pedro Cachiungo, disse hoje que o processo eleitoral angolano "não está bem" e a porta-voz da Comissão Nacional Eleitoral (CNE), Júlia Ferreira, afirmou que este órgão "não pode aceitar ultimatos".

No final de uma reunião em Luanda entre dirigentes da UNITA e da CNE, o mandatário da lista do partido do 'Galo Negro', José Pedro Cachiungo, disse em conferência de imprensa que o "processo (eleitoral) não está bem e não se pode esconder isso dos angolanos".

Os principais protagonistas da reunião - dedicada às queixas de falta de transparência dirigidas pelo principal partido de oposição angolano ao órgão eleitoral - foram o presidente da CNE, André Silva Neto, e o líder da UNITA, Isaías Samakuva.