Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Angola/Eleições: País estaria melhor se tivesse mantido modelo económico colonial - FNLA

Lusa

  • 333

Luanda, 17 ago (Lusa) - Angola deveria ter optado em 1975 pelo modelo económico deixado pelo regime colonial, defendeu em entrevista à Lusa o presidente da Frente Nacional de Libertação de Angola (FNLA), herdeira da organização que iniciou a luta de libertação nacional.

"Se tivéssemos arrancado com a economia deixada pelo colonialismo, talvez estivéssemos numa perspetiva muito superior à que temos hoje", disse Lucas Ngonda, 72 anos, que lidera o partido fundado por Holden Roberto, herdeiro da União dos Povos do Norte de Angola (UPNA), posteriormente transformado em União dos Povos de Angola (UPA).

A pujança económica da então colónia portuguesa de Angola era comparável à da África do Sul, sustentou, reconhecendo à administração colonial portuguesa a autoria de "políticas corajosas", que fomentaram o desenvolvimento e a criação de riqueza.