Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Angola/Eleições: Os angolanos ainda estão com "medo de tudo", diz líder do terceiro maior partido

Lusa

  • 333

Luanda, 17 ago (Lusa) - As eleições gerais de 31 de agosto em Angola são uma oportunidade para a mudança, mas os cidadãos têm "medo de tudo", considerou em entrevista à Lusa o presidente do Partido de Renovação Social (PRS), terceira maior força política no país.

"Até agora o medo prevalece em Angola. Muito medo. O cidadão ainda está com medo de morrer. Está com medo de perder o emprego. Está com medo de passar fome. Está com medo de perder o transporte. Está com medo de tudo", sintetizou Eduardo Kuangana.

Membro fundador do PRS, criado a 18 de novembro de 1990, Eduardo Kuangana, 53 anos, acredita que as terceiras eleições em Angola podem contribuir para a mudança e aponta como primeira solução a institucionalização do sistema federal, com as 18 províncias a representarem cada uma 18 estados federados.