Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Angola/Eleições: Interesses económicos vão continuar a dominar relações com a China - académico

Lusa

  • 333

Lisboa, 19 ago (Lusa) - O diretor do Centro de Estudos Chineses da Universidade de Stellenbosch na África do Sul, Sven Grimm, considera que os interesses fundados no petróleo e nas infraestruturas vão continuar a dominar as relações sino-angolanas após as eleições gerais em Angola.

"Mesmo que estivéssemos perante uma alteração de governo após as eleições em Angola [a 31 de agosto] - o que eu não antevejo - os chineses iriam muito provavelmente fazer negócios lá, a bem da salvaguarda dos seus próprios interesses no país", disse à agência Lusa Sven Grimm.

Para o diretor do centro de investigação com sede na África do Sul, o pragmatismo chinês nos negócios e a sua política de não ingerência nos assuntos internos dos países têm sido "o motor das relações económicas com Angola" e com África em geral.