Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Angola: Promessa de 1,2 milhões de empregos impossível de concretizar - Universidade Católica

Lusa

  • 333

Lisboa, 01 jun (Lusa) - A promessa do governo angolano de criar 1,2 milhões de empregos até 2012 é impossível de concretizar, conclui um relatório do Centro de Estudos e Investigação Científica (CEIC) da Universidade Católica de Angola.

O "Relatório Económico de Angola", que o CEIC divulga na terça-feira em Luanda numa conferência para assinalar o seu 10.º aniversário, conclui que "não vai ser possível criar, em termos acumulados, 1.200.000 novos postos de trabalho em quatro anos".

A promessa foi feita em 2008, em plena campanha eleitoral, e o diretor do CEIC, Manuel José Alves da Rocha, questiona hoje "com que bases concretas se avançou com aquele número".