Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Angola persegue o Islão e está a fechar mesquitas -- líder islâmico

Lusa

  • 333

Luanda, 27 nov (Lusa) - As autoridades angolanas estão a perseguir o Islão e ordenaram o fecho das mesquitas existentes, algumas das quais foram mesmo destruídas, acusou, em declarações à Lusa, o imã David Já, presidente da Comunidade Islâmica de Angola (COIA).

Jurista, de 38 anos, David Já preside à COIA desde 2005, quando as duas associações representativas de muçulmanos angolanos, Comunidade Islâmica de Angola (CISLANG) e a Comunidade dos Angolanos Crentes Muçulmanos (CACM) se fundiram.

As primeiras mesquitas começaram a ser fechadas em 2006, o que motivou então a intervenção das Nações Unidas, mas as autoridades angolanas mantiveram a pressão.