Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Angola: Ex-militares dão ultimato a Eduardo dos Santos para evitar protestos nas ruas

Lusa

  • 333

Luanda, 02 ago (Lusa) - Os ex-militares angolanos anunciaram hoje em Luanda que se, até 15 de agosto não receberem respostas para os seus problemas, voltam a sair à rua e responsabilizam o Presidente José Eduardo dos Santos pelo que poderá acontecer.

A garantia foi dada em conferência de imprensa pelo coordenador da Comissão de Ex-Militares Angolanos (COEMA), general na reforma Silva Mateus.

"Até hoje mantivemos uma atitude de espera. A partir deste momento, até ao dia 15 deste mês, nós aqui e agora acendemos um intermitente de luz laranja. De (dia) 15 para cima entraremos na linha vermelha e não haverá mais conversa", frisou.