Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Angola enfrenta "enormes desafios" mesmo a crescer 8% ao ano - relatório

Lusa

  • 333

Marraquexe, Marrocos, 27 mai (Lusa) - Angola vai crescer cerca de 8% neste e no próximo ano, mas enfrenta "enormes desafios" para melhorar as condições de vida dos cidadãos e tem de reduzir a dependência do petróleo, segundo o relatório African Economic Outlook.

De acordo com o documento elaborado pelo Banco Africano para o Desenvolvimento, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico, a Comissão Económica de África e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, o crescimento de 8,2% este ano e de 7,8% em 2014 está fortemente sustentado na exploração do petróleo, o que torna o país mais vulnerável aos choques petrolíferos e às variações no mercado.

Em quase 400 páginas, faz-se uma análise das perspetivas económicas para o continente africano e conclui-se que Angola enfrenta "enormes desafios" ao nível das políticas de desenvolvimento, incluindo "a redução da dependência do petróleo, a diversificação da economia, a reconstrução das infraestruturas sociais e económicas, a melhoria ao nível das instituições, governação, sistemas de gestão das finanças públicas, desenvolvimento humano e condições de vida da população".