Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Angola e Moçambique deverão representar 15% da faturação em 2016 - Fujitsu Portugal

Lusa

  • 333

Lisboa, 23 mai (Lusa) - O diretor-geral da Fujitsu Portugal, Carlos Barros, afirmou hoje que as receitas provenientes dos mercados de Angola e Moçambique deverão representar 15% do total da faturação portuguesa em 2016.

Carlos Barros, que falava na conferência de imprensa sobre a operação da subsidiaria portuguesa do grupo tecnológico nipónico, que decorreu em Lisboa, escusou-se, no entanto, a avançar o valor global do volume de negócios.

Uma das novidades para o novo ano fiscal, que se iniciou a 01 de abril, é que a Fujitsu Portugal, através dos seus parceiros, vai acompanhar os seus clientes nos mercados angolano e moçambicano.