Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

ANACOM diz que atuou sempre com "imparcialidade" e "transparência" na TDT

Lusa

  • 333

Redação, 31 out (Lusa) - A ANACOM disse hoje que atuou sempre "de acordo com o princípio da imparcialidade e da transparência" no processo de implementação da Televisão Digital Terrestre (TDT) em Portugal, refutando acusações trazidas na terça-feira a público por um estudo.

"A ANACOM seguiu todos os procedimentos a que estava obrigada nos termos da legislação em vigor, tendo sempre atuado de acordo com o princípio da imparcialidade e da transparência, incluindo consultas públicas e concursos públicos, abertos à participação de todos os interessados", diz a Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM) em nota hoje divulgada à imprensa.

O investigador da Universidade do Minho Sergio Denicoli afirmou na terça-feira que há "fortes indícios" de corrupção na implementação da TDT em Portugal e sublinhou que o processo foi conduzido de forma a "não funcionar".