Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Amnistia Internacional condena carga policial e pede inquérito a Governo

Lusa

  • 333

Lisboa, 15 nov (Lusa) - A Amnistia Internacional Portugal condenou hoje o "uso excessivo e desproporcional de força" da polícia na carga policial para dispersar os manifestantes que protestavam "pacificamente" em frente ao parlamento na quarta-feira e pediu um inquérito ao Governo.

Em comunicado enviado à agência Lusa, a Amnistia Internacional Portugal refere que os manifestantes "exerciam o seu legítimo direito de protesto", depois da greve geral convocada pela CGTP, à qual aderiram movimentos sociais, contra as políticas de austeridade.

"Com base em testemunhos recolhidos pela Amnistia Internacional Portugal e informação obtida junto de meios de Comunicação Social e através das redes sociais, a AI considera que elementos do corpo de intervenção da PSP actuaram de forma desproporcional".