Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Amnistia Internacional afirma que autoridades angolanas estão a desalojar pessoas à força

Lusa

  • 333

Lisboa, 07 fev (Lusa) -- A Amnistia Internacional denunciou hoje que milhares de famílias de Cacuaco, na província de Luanda, foram retiradas à força das suas casas e transferidas para um bairro vizinho sem condições básicas de habitação, situação desmentida pelas autoridades angolanas.

Num comunicado emitido na quarta-feira, a Amnistia Internacional referiu que "por volta das cinco da manhã do dia 01 de fevereiro, militares, a polícia de intervenção rápida e seguranças privados começaram a demolir casas e a expulsar à força milhares de famílias do bairro Maiombe, no município de Cacuaco", na província de Luanda.

As famílias, de acordo com a organização de direitos humanos, referiram que não receberam qualquer aviso ou notificação prévia dos despejos.