Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ameaças de Pyongyang são "anormais" mas regime não é "suicida" - embaixador Coreia do Sul

Lusa

  • 333

Lisboa, 13 mar (Lusa) - A escalada de ameaças da Coreia do Norte é "anormal" mas o regime de Pyongyang nunca as levaria ao ponto "suicida" de começar uma guerra que significaria a sua aniquilação, afirmou hoje o embaixador sul-coreano em Lisboa.

Em entrevista à agência Lusa, Yoo Jung-Hee advogou que a posição da Coreia do Sul e da comunidade internacional deve ser demonstrar força e unanimidade na condenação das ameaças e da postura bélica de Pyongyang e, sobretudo, esperar.

Nos últimos dias, a Coreia do Norte anulou o armistício assinado com o Sul em 1953, no fim da guerra da Coreia, e ameçaou atacar "preventivamente" com armas nucleares os Estados Unidos e a Coreia do Sul.