Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ambiente: PS/Gaia quer explicações sobre "grave desmatação" da Quinta Marques Gomes

Lusa

  • 333

Gaia, 29 ago (Lusa) -- O PS/Gaia pediu hoje mais explicações à autarquia sobre o "avanço importante" no abate de árvores da Quinta Marques Gomes, junto à foz do Douro, considerando que pode estar em causa a "salvaguarda do património ambiental".

"Ou terá havido uma mudança [no plano de urbanização] ou quem está a trabalhar já ultrapassou os limites do previsto", alertou o vereador socialista Eduardo Vítor, em reunião de câmara, questionando se a autarquia "está a par" do processo de desmatação dos terrenos com 27 hectares da Quinta Marques Gomes.

Para a Quinta Marques Gomes está prevista a construção de uma unidade hoteleira, depois de um protocolo assinado em 2005 com a ESAF -- Espírito Santo Ativos Financeiros (que, entretanto, deixou de ser o promotor do empreendimento), tendo na ocasião sido garantido por Luís Filipe Menezes que não iria ser "deitada abaixo uma única árvore".