Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ambiente: Municípios do Entre Douro e Vouga lançam unidade para tratar 100 mil toneladas/ano de resíduos de construção

Lusa

Oliveira de Azeméis, 18 out (Lusa) - Os autarcas de Arouca, Feira, Oliveira de Azeméis, S. João da Madeira e Vale de Cambra lançam quarta-feira a primeira pedra da unidade intermunicipal que irá tratar 100 mil toneladas anuais de resíduos de construção e demolição (RCD).

Concebido pela Associação de Municípios das Terras de Santa Maria, o projeto resulta de um investimento de seis milhões de euros por parte do consórcio Retria Vouga, que assume a exploração da estrutura por 50 anos, e irá ocupar 30 mil metros quadrados do antigo aterro da Serra do Pereiro, em Ossela, Oliveira de Azeméis - onde já funciona o canil intermunicipal e uma estação de transferência da empresa ERSUC - Resíduos Sólidos do Centro S.A..

Para Hermínio Loureiro, que preside à Associação de Municípios e à Câmara de Oliveira de Azeméis, a nova Unidade de Receção e Tratamento de RCD representa "uma solução prática, cómoda e de preço razoável tanto para empresas como para cidadãos particulares, que assim passam a contar com um aterro certificado onde sabem que os resíduos das suas obras vão ter um fim adequado".