Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ambiente: Derrame de combustível no aeroporto de Lisboa em 2011 não tem risco para saúde - APA

Lusa

  • 333

Lisboa, 07 set (Lusa) - Os estudos enviados pela Galp à Agência Portuguesa do Ambiente, depois do derrame de combustível no aeroporto de Lisboa, em maio de 2011, concluíram "não ser previsível a existência de risco para a saúde".

Em resposta escrita a questões colocadas pela agência Lusa, a APA esclareceu que, em resultado das ações de monitorização efetuadas pela Galp, foi determinado o conjunto de principais contaminantes no solo e na água.

Foi também possível "detetar pontualmente, na zona central da área em estudo, junto ao antigo depósito de combustível, produto livre sobre as águas subterrâneas, que o operador removeu", referiu a APA.