Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

AMA e USADA recusam-se a participar na comissão independente da UCI

Lusa

  • 333

Redação, 16 jan (Lusa) - As agências mundial e norte-americana antidopagem recusaram-se a participar na comissão independente criada pela União Ciclista Internacional (UCI) para estudar o caso Armstrong, por entenderem que a independência da mesma não foi assegurada.

Ambas as agências expressaram na terça-feira o seu desacordo, de forma separada, com a UCI sobre o funcionamento da comissão independente encarregue de avaliar o papel desempenhado pela federação que tutela o ciclismo internacional, no escândalo de doping que envolveu o antigo ciclista Lance Armstrong.

Na origem das divergências esteve a recusa da UCI em incorporar na investigação um projeto desenvolvido pela agência norte-americana USADA, intitulado de "Verdade e Reconhecimento".