Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Alunos do MIT Portugal definem formas de comercializar trabalho de investigadores

Lusa

  • 333

Lisboa, 12 jul (Lusa) - Estudantes do MIT Portugal de bioengenharia estão a fazer a ligação entre a investigação científica e as necessidades das indústrias, propondo formas de comercializar as novas soluções, o que já permitiu a criação de seis empresas, revelou um especialista que colabora neste projeto.

Frederico Ferreira, da organização do evento de apresentação dos projetos Bioteams, do MIT Portugal, explicou à agência Lusa que cada equipa trabalha numa tecnologia desenvolvida em laboratórios de investigação das universidades portuguesas (Universidade do Minho, Universidade de Coimbra, Universidade de Lisboa, Universidade Nova de Lisboa, Universidade Técnica de Lisboa).

"Angariamos tecnologias dos laboratórios portugueses que achamos que têm potencial para ter algum impacto na sociedade e pedimos aos alunos que trabalhem como consultores destas tecnologias de forma a desenhar a melhor maneira de a levar para o mercado", referiu.