Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Alterações alfandegárias em Angola 'emperram' exportações portuguesas - AICEP

Lusa

  • 333

Lisboa, 12 mar (Lusa) - O presidente da AICEP, Pedro Reis, admitiu hoje que as alterações no processo de controlo das importações em Angola estão a "emperrar" as exportações portuguesas, mas considerou que a situação deve voltar ao normal "nas próximas semanas".

O responsável da AICEP (Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal) explicou que os novos processos de controlo das importações por parte de Angola "têm a ver com ameaças de subfaturação" dos intermediários e com "cautelas naturais na vistoria e análises laboratoriais" das autoridades angolanas, provocando alguns atrasos nas alfândegas.

"O impacto que isso tem tido, tem 'emperrado' algumas das nossas exportações nomeadamente na área alimentar e de bebidas", afirmou Pedro Reis, à margem de um fórum organizado pela Associação Portuguesa de Produtores de Cervejas (APCV), acrescentando que a diplomacia portuguesa e a AICEP têm acompanhado as empresas e o desenrolar da situação.