Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Allan Sharif em silêncio no início do julgamento sobre crimes de corrupção

Lusa

  • 333

Guarda, 24 jan (Lusa) - O luso-americano Allan Sharif remeteu-se hoje ao silêncio no início do julgamento de um caso em que é acusado da alegada prática de um crime de corrupção ativa e de outro de burla qualificada, praticados na cadeia da Guarda.

Com Allan Shariff, de 33 anos, sentam-se no banco dos réus mais quatro arguidos, três que na altura dos factos eram reclusos no Estabelecimento Prisional da Guarda e um enfermeiro, todos acusados da prática de crimes de corrupção e burla qualificada.

Um dos arguidos não marcou hoje presença na sala de audiências, por estar ausente no estrangeiro, em trabalho, mas o tribunal decidiu iniciar o julgamento.