Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Allan Sharif acusado de burla e de corrupção conhece hoje sentença na Guarda

Lusa

  • 333

Guarda, 08 nov (Lusa) - O Tribunal da Guarda profere hoje a sentença do luso-americano Allan Sharif e de mais três arguidos, acusados da prática de crimes de corrupção ativa e de burla qualificada, praticados em 2008 na cadeia local.

Segundo a acusação, o caso ocorreu quando o luso-americano, de 33 anos, se encontrava preso preventivamente no Estabelecimento Prisional da Guarda e envolveu mais três reclusos e um enfermeiro numa estratégia que permitiu a alegada utilização de telemóveis e a introdução de elevadas quantias em dinheiro na prisão.

A acusação refere que os reclusos montaram um "esquema" em que, por telemóvel, mediante "a falsa promessa de concretização de um negócio imobiliário", convenceram duas mulheres de uma imobiliária do Algarve a efetuarem transferências de dinheiro no valor de 5.900 euros.