Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Algarve: Construção civil estagnada e 4.000 obras em risco de colapso

Lusa

  • 333

Faro, 30 jun (Lusa) -- Cerca de 4.000 empresas de construção civil estão em risco de colapso no Algarve e as obras estão praticamente paradas, devido ao excesso de oferta e à falta de financiamento bancário, disse à Lusa um responsável do setor.

Numa região até agora dominada pelo mercado da segunda habitação, só no último ano cerca de mil pequenas e médias empresas entraram em processo de insolvência, o que deixou por acabar centenas de obras.

A redução do financiamento bancário para construção e compra de imóveis levou à saturação do mercado da oferta, apontou o representante da Associação de Empresas de Construção e Obras Públicas e Serviços (AECOPS) na região, Manuel Gonçalves.