Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Algarve com falta de corticeiros aposta na formação de 23 desempregados

Lusa

  • 333

São Brás de Alportel, 10 abr (Lusa) -- A falta de corticeiros qualificados no Algarve foi o mote para a criação de um novo curso que está a formar 23 desempregados para que em 2014 possam ganhar a vida a partir da casca do sobreiro.

"Pela primeira vez no Algarve, e em colaboração com o Instituto de Emprego e Formação Profissional, o curso técnico de gestão da produção da indústria de cortiça está a ser desenvolvido para desempregados", anunciou hoje Sandra Correia, a presidente executiva da empresa algarvia de cortiça Pelcor, na sua página da rede social Facebook.

A empresária portuguesa, que venceu o Troféu de Melhor Empresária da Europa 2011, atribuído pelo Parlamento Europeu e pelo Conselho Europeu das Mulheres Empresárias, reconhece que este curso de formação pioneiro, cuja parte prática decorre dentro da fábrica de cortiça, servirá para "dar continuidade ao setor corticeiro" na região algarvia.