Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Alexandre Mestre volta a negar corte de 50 por cento no OE2013 para o Desporto e quer "premiar o mérito"

Lusa

  • 333

Lisboa, 23 out (Lusa) -- O secretário de Estado do Desporto e Juventude voltou hoje a negar que esteja planeado um corte de 50 por cento no Orçamento do Estado (OE) 2013 e revelou que os apoios financeiros irão "premiar o mérito".

"O corte de 50 por cento aconteceu em Espanha e não vai acontecer em Portugal. Estamos a redefinir os critérios de comparticipação financeira. É importante que os montantes que são atribuídos premeiem quem mais trabalha e que melhores resultados obtém", afirmou Alexandra Mestre à agência Lusa.

O secretário de Estado, que falava no final de uma reunião de cerca de quatro horas do Conselho Nacional do Desporto, confirmou que a verba para o Desporto do OE para 2013 ronda os 72,5 milhões de euros, menos 2,5 milhões do que em 2012, e não apenas os 34 milhões de euros mencionados no documento.